‘Mosquitoeira’: Aprenda a fazer uma armadilha letal para mosquitos da Dengue

Aprenda a fazer uma armadilha para mosquito caseiro com garrafa pet

Uma casa enorme com imensa área verde, repleta de plantas e vasos vazios, a possibilidade de surgimento do mosquito Aedes aegypti é grande, concorda?

Que tal fazer uma armadilha com garrafa pet que vai retirar do seu lar as futuras gerações dos mosquitos? Então, conheça a Mosquitoeira, tá rindo de que? Não tem a ratoeira, essa é a mosquitoeira. E funciona mesmo!

Vamos lhe mostrar como fazer, anote do que você vai precisar.

1 garrafa pet transparente vazia;
1 tesoura;
1 folha de lixa;
1 pedaço de micro tule;
Fita isolante
Fita Adesiva larga
Alpiste ou arroz amassado

Vamos construir nossa mosquitoeira:

1 – Retire o anel da tampa, sem danificá-lo (guarde, você vai precisar dele novamente).

Foto: fotógrafo Philip Glass.

2 – Corte a garrafa em duas partes: Sendo que a parte da boca seja menor na qual vai formar um funil;

Foto: fotógrafo Philip Glass.

3 – Lixe a parte interna da garrafa, até que fique fosca e áspera (perto da “boca” do funil);

Foto: fotógrafo Philip Glass.

4 – Corte o micro tule (5cm X 5cm) e cubra a boca da garrafa. Use o anel do lacre que você guardou para prende-lo bem firme;

Foto: fotógrafo Philip Glass.

5 – Coloque o Alpiste ou arroz amassado, encaixe o “funil” de cabeça para baixo e prenda primeiro com a fita isolante. Depois, reforce esse trabalho com a Fita Adesiva larga.

Foto: fotógrafo Philip Glass.

6 – Coloque a água até o nível marcado com a tirinha de fita isolante. Pronto! Aí está a sua mosquitoeira.

Foto: fotógrafo Philip Glass.

Explicação…
O mosquito vai ser atraído para a armadilha (que deve ser colocada em um lugar não iluminado já que o mosquito foge da luz).
A superfície áspera faz aumentar a evaporação, atraindo os insetos. A fêmea deposita os ovos na parte seca. Logo acima da linha da água.
O ovo antes na parede porosa, vai eclodir, a larva desce para a água, depois vira mosquito que transmite a dengue e agora o mosquito quer sair, mas o micro tule na ponta do funil não vai deixar.
Resultado? O mosquito morre dentro daquele espaço na garrafa.

Você sabia…
A invenção da Mosquitoeira® foi idealizada e patenteada pelo Sr. Antônio C.
Gonçalves Pereira, funcionário contratado da COPPE-UFRJ junto com o Engenheiro
Hermano César M. Jambo. Como o produto não teve sucesso comercial, mas a
população estava à mercê da dengue, a equipe do Professor Maulori Cabral, da
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) criou, usando garrafas PET, a versão
genérica da Mosquitoeira®, chamada Mosquitérica, uma armadilha de eficiência
equivalente porém de custo quase Zero;